12 de março de 2012

Novo Código Penal garantirá aborto, eutanásia e aberrações

Novo Código Penal garantirá aborto, eutanásia e aberrações

Julio Severo
Uma comissão de juristas nomeada pelo Senado que está elaborando um novo Código Penal aprovou na sexta-feira um texto que dá mais liberdade para que uma mulher possa realizar abortos sem ter de prestar contas por assassinato.
A principal inovação do novo Código Penal sobre aborto é que uma gestante poderá eliminar seu bebê até 12 semanas de gestação, caso um médico ou psicólogo avalie que ela não tem condições “para arcar com a maternidade”.
Juliana Belloque, defensora pública do Estado de São Paulo e integrante da comissão, vê o aborto como questão de saúde pública, afirmando, sem base nenhuma, que 1 milhão de mulheres fazem abortos ilegais por ano. Essa lógica seria tão aceitável quanto dizer que o estupro é questão de saúde pública, alegando, igualmente sem base, que 1 milhão de mulheres e crianças são estupradas, criando uma justificativa porca para legalizar uma prática criminosa.
A aprovação do texto pró-aborto foi tranquila, de acordo com a imprensa. Onde é que estava a bancada evangélica?
O novo Código Penal também criminalizará o “terrorismo”, cuja definição dependerá da boa vontade do governo. No governo de Obama, por exemplo, opositores do aborto e do “casamento” gay são considerados terroristas potenciais. O governo brasileiro terá vontade de não imitar os EUA?
“Estamos diante de uma cultura que quer legalizar o aborto a qualquer custo”, afirma Dóris Hipólito, da Associação Nacional Mulheres para a Vida. Ela afirmou que aprovar o aborto quando há recomendação médica ou psicológica equivale a aprová-lo em qualquer situação. “É fácil encontrar profissionais que recomendam o aborto mesmo sem qualquer justificativa.” Dóris recorda a história de uma gestante que tinha sopro no coração e recebeu recomendação para fazer aborto.
“As avaliações sobre a condição psicológica são ainda mais subjetivas”, afirma Dóris. “Atendemos dezenas de gestantes em situação vulnerável. Falo por experiência: abortar não soluciona nenhum problema. Só torna o drama ainda pior. Vi jovens que, ao receberem o apoio adequado, reconstruíram suas vidas quando se tornaram mães.”
Como se já não bastasse o assassinato de bebês em gestação, o novo Código Penal também contempla a eutanásia. Agora o SUS não precisará mais matar os pacientes abandonando-os nos corredores dos hospitais. Bastará uma injeção “compassiva”, e sobrará mais dinheiro da Saúde para ir para o bolso dos corruptos.
A comissão do Senado ainda decidiu que não será mais crime ser dono de casa de prostituição, colocando efetivamente a lei do lado dos criminosos.
Em se tratando de um governo composto por “celebridades” com farto histórico terrorista comunista, não podemos esperar deles leis que defendam a vida, a família e o Brasil. Toda e qualquer mudança que empreendem nas leis e nas políticas, eles sempre dão um jeito de enfiar aborto, homossexualismo e outras aberrações no recheio.
Agora que os “ex”-terroristas governam o Brasil, cuide-se quem puder. Pelas novas leis que fizerem, os inocentes serão culpados e os culpados serão inocentes.
O que podemos fazer? Pressionar os senadores para que barrem essa aberração de novo Código Penal, antes que seja tarde demais.
Com informações do Estadão.

10 comentários:

Jorge Bay disse...

O nosso código penal já não vale nada. Imagine se esse "novo código penal" for aprovado! O que será do cidadão honesto e íntegro?

Anônimo disse...

Julio severo. veja esse video: http://youtu.be/N08kBi6EHps

Nielson disse...

"Eis que estou à porta e bato". Eu não tenho dúvida nenhuma que o nosso Senhor Jesus está voltando, e aí eu quero ver quais os argumentos que estes monstros irão usar para se defenderem por matarem crianças inocentes, porque falando sério irmãos, eu creio que essa turma só se dará mal diante do Supremo Juiz Jesus Cristo. Como admitiu o próprio secretário geral da presidência e homem sinistro do PT Gilberto Carvalho, não há mais oposição no Brasil, a que havia ou foi comprada ou foi isolada. A população, diabolicamente induzida à perversão dos valores morais e éticos não se preocupa com fatos relevantes, só quer saber de futebol, sexo, baladas, etc. A dita bancada evangélica preocupada apenas com seus próprios interesses, acreditando em todas as promessas de satanás (chega a ser ridículo eles acreditarem que em algum momento a governanta deixaria de defender o aborto, o homossexualismo, etc. ela sabia que não precisaria tomar a frente, tendo para isto o legislativo e o judiciário, totalmente alinhados com o pensamento marxista). Neste contexto sobram apenas os cristãos que realmente estão comprometidos com a verdade, que infelizmente são poucos, porque uma grande maioria quer mesmo é ser mundano, não abrem mão do BBB e das telenovelas. Então, não deixemos de fazer nossa parte, eu continuo com a campanha fora PT (Partido das Trevas), não voto em ninguém desta corja. Mas sabendo que a hora vem e já é chegada, que Cristo virá julgar a cada um de nós, e aí o bicho vai pegar, literalmente.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Júlio,

Lembro que, no início deste ano, você publicou um artigo específico falando sobre a possibilidade de ser criada uma lei anti–terrorismo (o link de acesso ao mesmo artigo é este):

http://juliosevero.blogspot.com/2012/01/finalmente-brasil-tera-lei-contra-o.html

No mesmo artigo, a própria definição de terrorismo (na ótica do senador Aloysio Nunes Ferreira, o autor da idéia) já levantava suspeitas. Segundo ele, terrorismo pode ser definido como "a conduta de provocar ou infundir terror ou pânico generalizado mediante ofensa à integridade física ou privação de liberdade de pessoa, por motivo ideológico, religioso, político ou de preconceito social, étnico, 'homofóbico' ou xenófobo. As penas chegam a 30 anos de prisão em caso de morte".

Pra começo de conversa, por que a palavra homofóbico está incluída (e também destacada entre aspas) nesta mesma definição? Será que o PLC 122 (ou parte dele) não estaria embutido dentro dessa mesma lei sem que ninguém saiba?

Essa lei, com certeza, vai ser um prato cheio para os homossexuais atacarem os cristãos. Eu não tenho nenhuma dúvida de que isso, com certeza, pode ser uma lei anti–homofobia disfarçada de lei anti–terrorismo.

E você falou uma coisa que me chamou a atenção (e que eu destaco aqui):

"...No governo de Obama, por exemplo, opositores do aborto e do 'casamento' gay são considerados terroristas..."

Aqui no Brasil isso não chega a ser muito diferente. Nós, cristãos, somos considerados terroristas por não aceitarmos a agenda pró–aborto, pró–homossexualismo, anti–vida e anti–cristão deste governo de Dilma e de seus comparsas. Afinal, o que podemos esperar de bom de um governo podre, corrompido, satânico e imoral?

Eu não me espantaria nem um pouco se este mesmo governo criasse uma lei anti–terrorismo nos mesmos moldes dos Estados Unidos. Considerando que o governo do PT sempre diz "amém" às exigências dos ativistas gays, não duvido de mais nada (ainda vindo desse tipo de gente)!

Diz um ditado popular que "quando o gato não está em casa, o rato cria asa". Enquanto os que se dizem servos de Deus estão dormindo (e sendo omissos no combate ao pecado), o diabo e os demônios estão muito bem acordados (e estão atacando impiedosamente a tudo e a todos)!

O que os políticos da bancada evangélica estão fazendo diante de mais essa manobra do governo e dos homossexuais? Será que eles estão dormindo? Ou estão sendo cúmplices disso?

Deixo esta pergunta no ar para alguém responder na primeira oportunidade!

Anônimo disse...

Que?
Depois vão dizer que nós estamos de perseguição com a "bancadinha evangélica" cadê esse povo? barrando essas sugestões de satã quer regulamentar na marra ANTIDEUS: COM ABORTO,INFANTICÍDIO, EUTANÁSIA E JÁ BASTA TBM O HOMOSSEXUALISMO AFF.
Só Senhor Jesus Cristo nessa causa tem que fazer uma revolução limpeza no planalto. Ester!!!!!

Cleidson Granjeiro disse...

Eu sou católico. E além da bancada evangélica, cadê os bispos da CNBB? A maioria desses bispos só pensam em defender ideias comunistas. Os cristãos em sua maioria não estão sendo verdadeiros cristãos.
Ass. Professor Cleidson Granjeiro

Nielson disse...

Volto para dizer o seguinte. Sou evangélico, mas na questão da luta contra o movimento gayzista, a liderança católica, principalmente através da CNBB, tem sido muito mais atuante que os evangélicos, com raras excessões, e isto também é falado pelo Pr. Malafaia e até por Julio Severo, acredito que faltou sim, uma atitude mais enérgica da Igreja Católica contra a agressão moral que sofreu na última parada gay de São Paulo, mas a maioria dos bispos tem se posicionado contra as idéias satânicas do PT (Partido das Trevas), até por orientação expressa do Papa, que também tem batido muito nesta questão. Agora mesmo li na internet que a CNBB seccional sul de SP vai voltar a distribuir o documento que pede aos eleitores que não votem em partidos que defendam o aborto e a eutanásia, na minha humilde opnião, nestas questões a Igreja Católica está de parabéns. Que a liderança evangélica (eu disse evangélica, favor não confundir com Edir Macedo, Marcelo Crivella, Caio Fábio, Manoel Ferreira e outros) possa se posicionar de forma igual. No segundo comentário desta postagem tem o chamado para um vídeo, por favor não deixem de vê-lo, é comovente ver como ainda temos pessoas sérias e de bem em nosso país e que não se dobram frente ao poderio financeiro de uma corja que com certeza está a mando de satanás, promovendo iniquidades no mundo. Nos renova o ânimo e nos instiga a lutar por aquilo que consideramos ser o correto. Uma mulher simples, sem o patrocínio estatal calando os urubus que estão a mando das fundações diabólicas Ford, MacArthur e Rockfeller.

Anônimo disse...

E ainda acham que os evangélicos e ativistas pró-vida "exageram" quando afirmam que esse governo petista é cruel, totalitário e completamente a serviço das trevas!

É fácil diferenciar árvores boas de ruins: pelos seus frutos os conhecereis.

Anônimo disse...

O judiciário brasileiro está tomado por socialistas e comunistas. São décadas nas universidades de lavagem cerebral esquerdista.

Anônimo disse...

VIVA AO PT, VOTE NO PT!!!!