2 de agosto de 2017

Lembra-se de quando a Esquerda amava a Rússia?


Lembra-se de quando a Esquerda amava a Rússia?

Don Feder
A acusação hoje em dia é que a Rússia está “manipulando” as eleições dos EUA. Agora, acusam que o presidente americano está “em conluio” com os russos. Agora, a Rússia é o maior perigo para a paz e estabilidade internacional.
Não faz muito tempo que a Esquerda tolerava de modo incrível a Rússia. Durante o Pacto entre Hitler e Stálin, a Esquerda radical fez campanha para que os EUA se isolassem internacionalmente. Quando o fim da 2 Guerra Mundial se aproximou, o presidente americano Franklin Delano Roosevelt achou que ele e o bondoso Tio Joe [como ele chamava Stálin] moldariam juntos o mundo pós-guerra.
Durante a Guerra Fria, o Kremlin e a Esquerda americana eram os melhores amigos.
Lembra-se da coexistência pacífica? Lembra-se das campanhas desarmamentistas? Lembra-se de quando a Esquerda dizia aos americanos que os EUA tinham de se dar bem com a Rússia? Claro que a intenção deles era se dar bem com seu próprio jeito de fazer as coisas (como os Gulags). Discurso da Esquerda americana então: Os russos podem não gostar de nós, mas isso significava que os EUA tinham de provocar o Armagedom nuclear ao confrontá-los constantemente e se engajando em corrida armamentista? Isso enquanto o governo russo estava espalhando o comunismo para a África, Oriente Médio e América Latina.
Isso era na época em que a Rússia era a União Soviética.
As coisas começaram a mudar quando o comunismo morreu e os governantes da Rússia começaram a abraçar de novo a Igreja Cristã Ortodoxa da Rússia. A nova Rússia — ou talvez a velha Rússia reemergindo — está desesperada para fortalecer seu índice de natalidade enfraquecido e está começando a apoiar a família — numa época em que a maioria do Ocidente está abandonando a fé e a família em favor de fronteiras abertas e minorias sexuais.
Então agora a Esquerda vê a Rússia como a maior ameaça no horizonte. É realmente muito surpreendente.
Traduzido por Julio Severo do original em inglês do Facebook de Don Feder.
Leitura recomendada:

Um comentário :

Thel Araújo disse...

Gostei da tua frase: "A nova Rússia — ou talvez a velha Rússia reemergindo". É assim também como eu vejo os atuais russos: um povo que estava carente de Deus, por estar afastado Dele por 1 século. Um povo que havia se auto-mutilado, se auto-cortado da Videira Verdadeira (Jesus Cristo), quando caiu na armadilha do Diabo ao aceitar o Comunismo e toda sua miséria espiritual. Antes terem ficado na Monarquia mesmo, pelo menos eles tinham o temor de Deus nos corações nessa época. Mas antes tarde do que tarde demais!